Lista

Hoje, 16/11/2016, as alunas de Direito da UnB ocuparam as instalações da Faculdade como manifestação de repúdio à violência contra as mulheres. O movimento protestou para romper com o silêncio em torno da  morte de Ariadne Wojcik, formada nessa faculdade. Acionando um repertório de protesto formado por pichações, bloqueio dos corredores e acessos, aulas públicas e rodas de conversas, as alunas pautam o gênero como categoria acadêmica e política que deveria nutrir os debates dessa instituição. Segundo uma manifestante “pichar as estátuas masculinas com cor de rosa, pichar as paredes com o slogan o ‘machismo mata’, tirar as cadeiras das salas de aula para bloquear o trânsito é um protesto que deve ser lido como um modo legítimo de dizer chega de silêncio”.

Foto: aula pública “Patriarcado, Estado e a dificuldade no enfrentamento da violência contra às mulheres”.

(mais…)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *