Mulheres UnB na luta, de luto! Patriarcado e violência contra às mulheres.

Hoje, 16/11/2016, as alunas de Direito da UnB ocuparam as instalações da Faculdade como manifestação de repúdio à violência contra as mulheres. O movimento protestou para romper com o silêncio em torno da  morte de Ariadne Wojcik, formada nessa faculdade. Acionando um repertório de protesto formado por pichações, bloqueio dos corredores e acessos, aulas públicas e rodas de conversas, as alunas pautam o gênero como categoria acadêmica e política que deveria nutrir os debates dessa instituição. Segundo uma manifestante “pichar as estátuas masculinas com cor de rosa, pichar as paredes com o slogan o ‘machismo mata’, tirar as cadeiras das salas de aula para bloquear o trânsito é um protesto que deve ser lido como um modo legítimo de dizer chega de silêncio”.

Foto: aula pública “Patriarcado, Estado e a dificuldade no enfrentamento da violência contra às mulheres”.

Continuar lendo

Anúncios

A Universidade em luto

Letícia Renault e Tania Montoro

O pranto e a dor pela morte da jovem estudante de Biologia, Louise Maria da Silva Ribeiro, nossa aluna do 4º semestre de Ciências Biológicas, brutal e covardemente assassinada por um colega nas dependências da UnB, deve se transformar, imediatamente, em reflexões e ações efetivas e drásticas contra qualquer tipo de violência na Universidade de Brasília. Infelizmente, é de conhecimento que campis, em muitas universidades do mundo, são lócus preferenciais para ações de violências de gênero e isso vem se tornando uma preocupação da comunidade científica internacional, de dirigentes, reitores, alunos, professores, agentes de segurança e especialistas em estudos de violência, gênero e feminismo.

Continuar lendo

Nota de Pesar do Curso de Serviço Social

As e os docentes do Departamento de Serviço Social manifestam seu pesar com o brutal assassinato da Louise Maria da Silva Ribeiro, aluna desta Universidade e se solidarizam com familiares, amigas e amigos.

Continuar lendo