Simpósio Políticas de Ação Afirmativa no Ensino Superior na América Latina

O simpósio é promovido pelo Núcleo de Estudos de Linguagem e Sociedade do Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares, financiado pelo Programa de Apoio a Eventos (PAEP) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos e Cidadania (PPGDH), o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional (PPGDSCI/), o Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais (PPGECsA), o Grupo De Estudos Interdisciplinares Sobre Gênero (GREIG) e a Corporación Universitária Autónoma del Cauca (UniAutónoma).

A temática do evento ganha maior relevância no contexto da comemoração da primeira década de existência da Lei n. 12.711 de 2012. Entre 36 projetos de lei em trâmite no legislativo brasileiro alguns zelam pela continuidade da lei e outros se posicionam contra o teor racial da reserva de vagas. A implementação de políticas afirmativas no ensino superior brasileiro se tornou referência no contexto latino-americano, embora Equador e Uruguai também possuam regulamentação nacional específica e universidades da Colômbia, México e Bolívia possuam experiências diferenciadas de implementação. Desse modo, o simpósio almeja suscitar contribuições para o aperfeiçoamento dessa política mediante debates presenciais e remotos nas segundas-feiras do mês de agosto. As reflexões em perspectiva subcontinental focalizam os avanços e entraves das ações afirmativas nas universidades públicas do Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador e México. Assim como no Brasil, esses países comportam altos índices de exclusão no acesso e na permanência e as taxas de concluintes requerem melhorias. O evento destina a discentes e docentes e à comunidade externa, sendo necessária a inscrição pelo SIGAA.

Data

1, 2, 8, 15, 22 e 29 de agosto de 2022.

Local

Atividades presenciais no campus Darcy Ribeiro da UnB (Brasília) atividades online no canal de youtube do CEAM – Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares da UnB.

01.08.2022 - Presencial, Transmissão ao vivo

1ª Sessão

9-12h (Brasília), 7-10h (Ciudad de México, Lima)

  • Política de cotas raciais na UnB: o acesso de negros na universidade entre 2004 e 2012. Drª Catarina de Almeida Santos (Faculdade de Educação UnB, Brasil).
  • El ingreso a la UNAM en el ámbito del proyecto México nación multicultural. Drª. Elia Avendaño Villafuerte (UNAM, México).
  • Inclusão racial no ensino superior. Drª Márcia Regina de Lima Silva (USP, Brasil).
  • Ana Tereza Reis da Silva (Faculdade de Educação UnB, Brasil). Debatedora/moderadora.

2ª Sessão

14–17h (Brasília), 12-15h (Quito)

  • Educación Superior e Interculturalidad: Pueblos Indígenas y Afrodescendientes de Ecuador. Dr. John Antón Sánchez (Instituto de Altos Estudios Nacionales, IAEN/Equador).
  • Políticas afirmativas, universidade e povos indígenas. Drª Jane Felipe Beltrão (UFPA, Brasil).
  • Políticas de Ações Afirmativas para indígenas no Brasil. Drª Juliana Jodas, Pesquisadora associada do “Centro de Antropologia de Processos Educativos” (Ceape) da Faculdade de Educação (FE) da Unicamp.
  • Ações afirmativas para indígenas na UnB. Mtª. Suliete Gervásio. Povo Baré. PPGDH-UnB, Brasil.
  • Drª Elizabeth Ruano-Ibarra (PPGECsA/ELA/ICS/UnB, Brasil). Debatedora/moderadora.

Atividade lúdica

02.08.2022 - Presencial

9-16h (Brasília)

  • Trabalho de articulação da rede latino-americana de pesquisa sobre ações afirmativas no ensino superior.

14-17h (Brasília)

  • Trabalho de articulação da rede latino-americana de pesquisa sobre ações afirmativas no ensino superior.

08.08.2022 - México e Brasil - Online

Link da transmissão

3ª Sessão

10-13h (Brasília), 8-11h (Ciudad de México)

  • Educación superior privada mexicana para estudiantes vulnerables. Drª Marisol Silva Laya (Universidad Iberoamericana, México).
  • Acción afirmativa para indígenas en las universidades públicas mexicanas. Dr. Saúl Velasco Cruz (Universidad Pedagógica Nacional, México).
  • Ações afirmativas e educação superior no Brasil. Dr. Jocélio Teles dos Santos (UFBA, Brasil)
  • Dra. Rosana Rodríguez (U del Cuyo, Argentina). Debatedora/moderadora.

15.08.2022 - Bolívia, Colômbia e Equador - Online

Link da Transmissão

4ª Sessão

10-13h (Brasília, Buenos Aires), 9-12h (La Paz), 8-11h (Bogotá-Quito)

  • Políticas de admisión de la universidad pública en Bolivia. Mg. Weimar Giovanni Iño Daza (UMSA/Bolívia).
  • Políticas de admisión universitaria para afrodescendientes en Colombia. Drª Anny Ocoró Loango (UNTREF/Argentina).
  • Equidad, meritocracia y cupos universitarios en Ecuador. Drª María Verónica Di Caudo (Instituto de Formación Docente, Argentina).
  • Políticas afirmativas universitarias para indígenas y afrodescendientes en Colombia. Mtª. Elizabeth Castillo Guzmán (UniCauca/Colômbia).
  • Rosani Moreira Leitão. Universidade Federal de Goiás. Debatedora/moderadora.

22.08.2022 - Peru e Brasil - Online

Link da Transmissão

5ª Sessão

10-13h (Brasília), 8-11 (Lima)

  • Límites y posibilidades de la inclusión indígena en las universidades amazónicas peruanas. Dr. Oscar Alberto Espinosa de Rivero (Pontifícia Universidad Católica del Perú)
  • A Trajetória do Grupo de Estudos Multidisciplinares da Ação Afirmativa (GEMAA). Mtª. Poema Portela (doutoranda IESP-UERJ, Brasil).
  • Drª Andreia Gomes da Cruz (ESPE/IM/UFRRJ, Brasil). Debatedora/ moderadora.

29.08.2022 - Pesquisas Comparativas - Online

Link da Transmissão

6ª Sessão

10-13h (Brasília), 8-11h (Ciudad de México)

  • El ingreso de afrodescendientes e indígenas a la educación superior de Brasil, Colombia y México. Drª Karin Yovana Quijada Lovatón (Universidad de Colima/México).
  • Políticas de permanência em perspectiva comparada: Argentina, Brasil e Chile. Drª Hustana Maria Vargas. Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense (PPGE-UFF, Brasil).
  • A implementação da Lei de Cotas nas universidades mineiras UFOP, UFMG e UFV. Dr. Adilson Pereira dos Santos (UFOP, Brasil).
  • Drª Elizabeth Ruano-Ibarra (PPGECsA/ELA/ICS/UnB, Brasil). Debatedora/moderadora.

Comissão Organizadora

Elizabeth Ruano-Ibarra (PPGECsA/ELA/UnB Brasil ) (Presidenta)

Carolina Almeida Pereira (PPGECsA/ELA/UnB Brasil )

Gerseney Santos (NELIS/CEAM/UnB Brasil)

Leonardo de Araújo Andrade (PPGECsA/ELA/UnB Brasil)

Valcilon Gomes da Silva (Propaga/UnB Brasil)

Comitê Científico

Alexander Arciniegas Carreño (Universidade de Santander, Colômbia)

Delia Dutra (UDELAR, Uruguai)

Elizabeth Ruano-Ibarra (PPGECsA/ELA/UnB Brasil)

Gisela Pereyra Doval (Universidade de Rosario, Argentina)

Isabel Ramos (Flacso, Equador)

Iraneide Soares da Silva (UESPI Brasil)

José del Tronco (Flacso, México)

Rosana Rodríguez (Universidade de Cuyo, Argentina)

Weimar Giovanni Iño Daza (UMSA, Bolívia)

Viviane Resende (NELIS/CEAM/UnB Brasil )