Elizabeth del Socorro Ruano Ibarra
Ciências Sociais Unisinos, v. 52, n. 2, p. 263-273.
Publication year: 2016

Resumo

A análise da Minga, manifestação realizada entre outubro e novembro de 2008 na Colômbia, objetiva explorar a categoria protesto buscando evidenciar as especificidades das relações contemporâneas entre o Estado nacional e os povos indígenas. O trabalho dialoga com estudiosos que focaram no caráter político do protesto social. A revisão documental, a observação participante e a realização de entrevistas com líderes desse protesto constituíram eficazes instrumentos de coleta de informação para evidenciar que esses protestos se tornam fato político mediante estratégias de constrangimento público dos governantes. Essa situação se desdobra em crises de legitimidade a serem capitalizadas politicamente pelos manifestantes. Porém nas reuniões interministeriais, cenários de diálogo entre manifestantes e representantes estatais, prevalecem as estratégias governamentais de dilatamento e esvaziamento político dos protestos.

Palavras-chave: protesto indígena, Minga, legitimidade.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0