Cronograma 2018/1

05.03
Dinâmica início de semestre.

07.03
UnB Humana – Palestra com Elisa Lucinda. Centro Comunitário Athos Bulcão.

12.03
Apresentação da Ementa da Disciplina.

Unidade 1. O Saber Científico nas Ciências Sociais

14.03
BACHELARD, G. A Noção de Obstáculo Epistemológico. In: A Formação do Espírito Científico. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996. p. 17–28. Link

19.03
TRINDADE, Hélgio. Ciências sociais no Brasil em perspectiva: fundação, consolidação e expansão. In: TRINDADE, Hélgio et al. As Ciências Sociais na América Latina em Perspectiva Comparada: 1930-2005. Porto Alegre: UFRGS. 2007. p. 71-169. Link

21.03
Fórum Mundial Alternativo da Água (FAMA).

26.03
DEMO, Pedro. Introdução e Débito Social da Ciência. In: Metodologia Científica em Ciências Sociais. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1995. p. 11–40. Link

28.03
LAVILLE, C. e DIONNE, J. Ciências Humanas e sociedade. In: A construção do Saber. Manual de Metodologia da Pesquisa em Ciências Humanas. Porto Alegre: Artmed; Belo Horizonte: UFMG, 1999, p. 51-80. Link

02.04
WRIGHT MILLS, Charles. Do Artesanato Intelectual. In: A Imaginação Sociológica. Rio de Janeiro: Zahar, 1975 [1959], p. 221-243. Link

04.04
Filme 1: O Experimento Milgram.

09.04
Debatte sobre o filme O Experimento Milgram.
Formação das equipes (apresentação dos textos e elaboração do trabalho final).
Distribuição dos textos a serem apresentados pelos alunos.

11.04
Dinâmica de encerramento da unidade: definir objetivos coletivamente.

1ª oficina. Identificação de ideias para o trabalho final. Orientações 

Unidade 2. Tema, objeto e problema de pesquisa em ciências sociais

16.04
LAVILLE, C. e DIONNE, J. Problema e Problemática. In: A construção do Saber. Manual de Metodologia da Pesquisa em Ciências Humanas. Porto Alegre: Artmed; Belo Horizonte: UFMG, 1999, p. 85-99. Link

GONSALVES, Elisa Pereira. Capítulo II. Selecionando o tema de pesquisa. In: Conversas sobre iniciação à pesquisa científica. Campinas: Alínea, 2001. p. 25-46. Link

18.04
CARNEIRO, Aparecida Sueli. A Construção do Outro como Não-Ser como Fundamento do Ser. Feusp, 2005. (Tese de doutorado). Leitura dos trechos priorizados: pp. 8-11; pp. 149-158; pp. 192-226; pp. 227-270. Link

GONSALVES, Elisa Pereira. Capítulo III. Considerações em torno do objeto de pesquisa. In: Conversas sobre iniciação à pesquisa científica. Campinas: Alínea, 2001. pp. 47-60. Link

21.05
QUEIROZ, Maria Isaura. O pesquisador, o problema da pesquisa, a escolha de técnicas: algumas reflexões. Textos, Série 2, n. 3, 1999. p. 13-24. Link

23.05 Dinâmica de encerramento da unidade 2.

2ª oficina. Identificação de ideias para o trabalho final. Orientações

Unidade 3. Métodos e técnicas de pesquisa em ciências sociais.

28.05
CANO, Ignácio. Nas trincheiras do método: o ensino da metodologia das ciências sociais no Brasil. Sociologias, Porto Alegre, v. 14, n° 31, set./dez. 2012, p. 94-119. Link

GONSALVES, Elisa Pereira. Capítulo IV. Escolhendo o percurso metodológico. In: Conversas sobre iniciação à pesquisa científica. Campinas: Alínea, 2001. p. 61-73. Link

30.05
LOPES, M. I. V. Pesquisa de Comunicação: questões epistemológicas, teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, v. 27, p. 13–39, 2012. Link

04.06
LIMA, Telma e MIOTO, Regina. Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Katálysis, v. 10, n. esp. 2007. p. 37-45. Link

SÁ-SILVA, Jackson; ALMEIDA, Cristóvão; GUINDANI, Joel. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista brasileira de História & Ciências Sociais. v.1, n.1, 2009, p. 1-15. Link

06.06
Prova escrita.

11.06
Etnografia
PINHO, Osmundo. Uma experiência de etnografia crítica: raça, gênero e sexualidade na periferia do Rio de Janeiro. Sociedade e Cultura, v 6, n 1, 2003, p. 71-84. Link

HARAYAMA, Rui. Os novos desafios da etnografia: para além da resolução n° 510/2016. Revista Mundaú, n 2, 2017. p. 23-37. Link

13.06
Survey
SOUZA, Amaury. Método e improvisação […]. In: A Aventura Sociológica. Rio de Janeiro, Zahar, 1978, p. 86 -121. Link

AGUIAR, Neuma. A Associação das Técnicas. In: NUNES, Edson de Oliveira (Org.). A Aventura Sociológica. Rio de Janeiro, Zahar, 1978, p. 123 – 136. Link

18.06
Pesquisa sociológica e Internet
TAVARES, José. (2001). As possibilidades das Metodologias Informacionais nas práticas sociológicas: por um novo padrão de trabalho para os sociólogos do Século XXI. Sociologias, (5), p. 116-148. Link

SANTOS, Tania. Do artesanato intelectual ao contexto virtual: ferramentas metodológicas para a pesquisa social. Sociologias, n 22, 2009. p. 120-156. Link

20.06
Método biográfico
FERRAROTTI, F. Sobre a autonomia do método biográfico. Sociologia, Problemas e Práticas, n. 9, 1991, p. 171-177. Link

SOUZA, Elizeu. A arte de contar e trocar experiências: reflexões teórico-metodológicas sobre história de vida em formação. Educação em questão, v 25, n 11, 2006, p. 22-39. Link

25.06
Entrevista
SALEM, Tania. Entrevistando famílias: notas sobre o trabalho de campo.
In. NUNES, Edson de Oliveira (Org.). A Aventura Sociológica. Rio de Janeiro, Zahar, 1978, p. 47-64. Link

FRASER, Márcia e GONDIM, Sônia. Da fala do outro ao texto negociado: discussões sobre a entrevista na pesquisa qualitativa. Paidéia, v 14, n 28, 2004, p. 139 -152. Link

27.06
Improviso, acaso, pesquisa
DAMATTA, Roberto. O ofício de etnólogo, ou como ter “anthropological blues”. In. NUNES, Edson de Oliveira (Org.). A Aventura Sociológica. Rio de Janeiro, Zahar, 1978, p. 23-35. Link

COELHO, Edmundo. Da ignorância específica (ou da estética sociológica). In. NUNES, Edson de Oliveira (Org.). A Aventura Sociológica. Rio de Janeiro, Zahar, 1978, p. 155-177. Link

02.07
WALLERSTEIN, Immanuel. Que tipo de ciências sociais nos cabe, hoje, construir? In: WALLERSTEIN, Immanuel. Para abrir as ciências sociais. São Paulo: Cortez. 1996, p. 101-130. Link

4ª Oficina: preparação do trabalho final. Orientações

Envio do trabalho final. Orientações

3ª oficina. Identificação de ideias para o trabalho final (cada grupo deverá agendar horário extra aula). Orientações

Anúncios