Cronograma 2018/2

13.08
Apresentação do Plano de Ensino.

Unidade 1. A Metodologia das Ciências Sociais nas Américas

15.08
LANDER, Edgardo.  “Ciências Sociais: Saberes coloniais e eurocêntricos”.  In: LANDER, Edgardo (org.).  A colonialidade do saber: Eurocentrismo e ciências sociais.  Buenos Aires: Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales.  2005. pp. 1-24. Link

20.08
CANO, Ignácio. Nas trincheiras do método: o ensino da metodologia das ciências sociais no Brasil. Rev. Sociologias, Porto Alegre, v. 14, n° 31, set./dez. 2012, p. 94-119. Link

22.08
LOPES, M. I. V. Pesquisa de Comunicação: questões epistemológicas, teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, v. 27, p. 13–39, 2012. Link

27.08
SEGRERA, Francisco López.  “Abrir, ‘impensar’ e redimensionar as ciências sociais na América Latina e Caribe – É possível uma ciência social não eurocêntrica em nossa região?”.  In: LANDER, Edgardo (org.).  A colonialidade do saber: Eurocentrismo e ciências sociais.  Buenos Aires: Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales, 2005. pp. 104-116.

29.08
Transição da unidade 1 para unidade 2

Unidade 2. Comparar para quê?

03.09
SCHNEIDER, S.; SCHIMITT, C. J. O uso do método comparativo nas Ciências Sociais. Cadernos de Sociologia, v. 9, p. 49–87, 1998. Link

05.09
CARDOSO DE OLIVEIRA, Roberto. Da comparação: a propósito de Carnavais, malandros e heróis. In: GOMES, Laura Graziela; BARBOSA, Lívia; Drummond, José Augusto (orgs.). O Brasil não é para principiantes: Carnavais, Malandros e Heróis, 20 anos depois. Rio de Janeiro: FGV, 2001. p. 203-223. Link

10.09
GONZALEZ, Rodrigo. O método comparativo e a ciência política. Revista de Estudos e Pesquisas sobre as Américas, v. 2, n. 2, 2008, pp. 1-13. Link

12.09
NEGRI, Camilo. O desenho de pesquisa comparativo em Ciências Sociais: reflexões sobre as escolhas empíricas. Série CEPPAC, v. 35, p. 1-19, 2011. Link

17.09
BRANDÃO, Paulo. Velhas aplicações e novas possibilidades para o emprego do método comparativo nos estudos geográficos. GeoTextos, v. 8, n. 1, 2012. Link

19.09
COLINO, C. Método comparativo. Diccionario crítico de Ciencias Sociales, 2004.Link

24.09 e 26.09
Semana Universitária.

Unidade 3. O conceito de “América”

01.10
FERES JUNIOR, João. A consolidação dos Latin American Studies sob o imperativo da modernização; In: FERES, João. A história do conceito de “Latin America” nos Estados Unidos. Bauru, SP: EDUSC, 2004. Link

03.10
José Martí. MARTÍ, José. Nossa América. Tradução de Maria Angélica de Almeida Triber. São Paulo: HUCITEC, 1983.254p. p:194-201. (Texto original de 1891). Link

FERES JUNIOR, João. Spanish America como o outro da América.Lua Nova,  São Paulo ,  n. 62, p. 69-91,    2004 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-64452004000200005&lng=en&nrm=iso&gt;. Accessado em 11  Ago.  2018.  Link

08.10
PINTO, Simone e DOMINGUEZ, Carlos. Denominar para dominar. Geopolítica e identidade dos termos América Latina e Caribe. In: IGREJA, Rebecca. Política em movimento: a construção da política na América Latina e Caribe. Curitiba: CRV, pp. 17-32. Link

PENNA, Camila. “MIGNOLO, Walter. La idea de América Latina: la herida colonial y la opción decolonial. Barcelona: Gedisa Editorial, 2007”. Revista de Estudos e Pesquisas sobre as Américas, vol 1/2009. Link

10.10
1º Oficina: Introdução à escrita de trabalhos científicos.

15 e 17.10
Encuentro Binacional de Emprendimiento y Educación Superior.

Unidade 4. Estilos de se fazer comparação nas ciências sociais. Exemplos de pesquisas comparadas nas Américas: temas contemporâneos

22.10
Contornos humanos da pesquisa acadêmica – sessão de diálogo.

24.10
GALLO, Carlos. O Cone Sul entre a memória e o esquecimento: elementos para uma comparação. Revista Debates, 11(3), pp. 57-78, 2017. Link

29.10
La historia oficial (Argentina, 1985), de Luis Puenzo.

31.10
MARQUES, Thaline e SANTANDER, Carlos. Vitimização e Medo como parte Integrante da Violência Contra a Mulher no Brasil e no Chile. In: XAVIER, Lídia. Direitos humanos e cidadania no Brasil. Curitiba: CRV. 2017. pp. 283-296. Link

5.11 e 7.11
Encuentro Latinoamericano de Metodologia de las Ciencias Sociales.

12.11
2ª oficina: Introdução à escrita de trabalhos científicos.

14.11
SANTOS, Ailton Dias dos. A integração da infraestrutura sul-americana e as dinâmicas do sistema-mundo capitalista: análise comparada das relações entre governos e bancos de desenvolvimento no Brasil, Peru e Bolívia. xiv, 295 f., il. Tese (Doutorado em Ciências Sociais)-Universidade de Brasília, Brasília, 2014, pp. 102-182. Link

19.11
SILVA, Ellen da. As parlamentares de Brasil e Costa Rica: uma análise de carreiras políticas. 2017. 121 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais). Universidade de Brasília, Brasília, 2017, pp. 51-106. Link

21.11
GUACH, Hans e NEGRI, Camilo. Democratização dos Procedimentos Participativos: análise comparada do Orçamento Participativo (OP) em Porto Alegre, Brasil e da Assembleia Municipal do Poder Popular (AMPP) em Cárdenas, Cuba. REPAM, v.12, n.1, 2018, pp. 154-180 Link

26.11
TRINDADE, Hélio, et. al. Ciências sociais na América Latina em perspectiva comparada: Argentina, Brasil, Chile, México e Uruguai. 2007, pp. 354-389 Link

28.11
Envio do trabalho final.

Anúncios