Carta virada antropofágica e resistência nagô

Prezados professores,

            Em Assembleia Geral dos Estudantes de Ciências Sociais UnB realizada no dia 7 de Novembro de 2016 com a participação dos Centros Acadêmicos de Sociologia e Antropologia, foi deliberado entre o conjunto dos discentes a vigência de uma Greve Estudantil do Instituto de Ciências Sociais a partir de tal data. Entendemos a necessidade real de combate ao desmonte continuo de nossos direitos, com foco na educação, que deve por constituição ser pública, gratuita e de qualidade.

            Nesse sentido, como deliberação, nos colocamos absolutamente contra a PEC 241 – A PEC do fim do mundo (PEC 55), contra a PL 876/2015 (escola sem partido) e contra a MP 746/2016 ( MP de reforma do Ensino Médio), gritamos a plenos pulmões por LIBERDADE A RAFAEL BRAGA e pelo fim deste governo ilegítimo e usurpador dos direitos do povo brasileiro, nós gritamos pelo FORA TEMER!

            Pedimos que cumpram o que não é nada menos que seu dever enquanto docentes de um modelo de universidade pública ameaçado. Pedimos a participação massiva na assembleia que será realizada amanhã, dia 11 de Novembro, ás 9:30 da manhã no Centro Cultural da AdunB, nesse panorama político de nosso país o papel de defender a educação não é só do estudante, não é só defender a Universidade de Brasília, estamos defendendo um modelo de vida e sociedade, estamos OCUPANDO e RESISTINDO pelo futuro desse país.

 

Anúncios

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s